sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Aprenda a dizer não sem culpa

By Richard Carlson
Aprenda a dizer não sem se sentir culpado

Uma das maneiras pelas quais muitos de nós costumamos nos meter em encrencas é nos comprometermos com coisas demais; deixamos de dizer não. Dizemos "claro, vou fazer isso," ou "tudo bem, vou tomar conta disso", quando bem no fundo sabemos que realmente não queremos fazê-lo, ou que já temos coisas demais para fazer.

O problema em relação a dizer sempre sim é duplo. Em primeiro lugar, o resultado final é quase sempre sentir-se sobrecarregado, estressado e cansado. Simplesmente existe um ponto em que basta, um ponto de retorno diminuído em que nossa atitude, nosso espírito e até mesmo nossa produtividade começam a sofrer. Nosso trabalho sofre, assim como nossa vida pessoal e familiar. Dizendo sim inúmeras vezes, começamos a nos sentir vitimados e ressentidos pro termos tanta coisa a fazer. Como tendemos a nos sentir culpados quando dizemos não, muitas vezes é difícil ver que fomos nós que nos metemos nessa confusão ao deixarmos de dizer não com mais frequência.

O segundo maior problema em deixar de dizer não quando apropriado é que voê acaba manifestando uma atitude ligeiramente insincera. Em outras palavras, você está fazendo coisas que realmente não queria estar fazendo ou que não deveria estar fazerndo - mas está agindo como se tudo estivesse bem.
Dizer não sem culpa não é egoísmo - é uma necessidade protetora.
Obviamente, existem muitas ocasiões em que não podemos dizer não, e muitas outras nas quais é do nosso interesse dizer sim ou simplesmente queremos dizer sim. Ótimo! O truque é usar sua sabedoria, em vez de reações intempestivas, para decidir quando dizer sim ou quando dizer não.

World Time